Roda de Conversa só para Mulheres na Humanará

Sua história é inspiração para outras mulheres. Venha compartilhar essas histórias na Roda de Conversas só para Mulheres da Humanará.

Um café da manhã de experiências e reflexões sobre o papel da mulher nas suas relações familiares.

Dia 01 de Setembro de 2018 no Instituto Território do Ser

Com Camila Garcia e Mônica Vaz
INSCRIÇÕES EM: https://goo.gl/forms/Edh01tJhiwrV5rLh2

Roda de Conversa só para Mulheres na Humanará

Sua história é inspiração para outras mulheres. Venha compartilhar essas histórias na Roda de Conversas só para Mulheres da Humanará.

Um café da manhã de experiências e reflexões sobre o papel da mulher nas suas relações familiares.

Dia 01 de Setembro de 2018 no Instituto Território do Ser

Com Camila Garcia e Mônica Vaz
INSCRIÇÕES EM: https://goo.gl/forms/Edh01tJhiwrV5rLh2

Roda de Conversa só para Mulheres na Humanará

Sua história é inspiração para outras mulheres. Venha compartilhar essas histórias na Roda de Conversas só para Mulheres da Humanará.

Um café da manhã de experiências e reflexões sobre o papel da mulher nas suas relações familiares.

Dia 01 de Setembro de 2018 no Instituto Território do Ser

Com Camila Garcia e Mônica Vaz
INSCRIÇÕES EM: https://goo.gl/forms/Edh01tJhiwrV5rLh2

Roda de Conversa só para Mulheres na Humanará

Sua história é inspiração para outras mulheres. Venha compartilhar essas histórias na Roda de Conversas só para Mulheres da Humanará.

Um café da manhã de experiências e reflexões sobre o papel da mulher nas suas relações familiares.

Dia 01 de Setembro de 2018 no Instituto Território do Ser

Com Camila Garcia e Mônica Vaz
INSCRIÇÕES EM: https://goo.gl/forms/Edh01tJhiwrV5rLh2

Roda de Conversa só para Mulheres na Humanará

Sua história é inspiração para outras mulheres. Venha compartilhar essas histórias na Roda de Conversas só para Mulheres da Humanará.

Um café da manhã de experiências e reflexões sobre o papel da mulher nas suas relações familiares.

Dia 01 de Setembro de 2018 no Instituto Território do Ser

Com Camila Garcia e Mônica Vaz
INSCRIÇÕES EM: https://goo.gl/forms/Edh01tJhiwrV5rLh2

Roda de Conversa só para Mulheres na Humanará

Sua história é inspiração para outras mulheres. Venha compartilhar essas histórias na Roda de Conversas só para Mulheres da Humanará.

Um café da manhã de experiências e reflexões sobre o papel da mulher nas suas relações familiares.

Dia 01 de Setembro de 2018 no Instituto Território do Ser

Com Camila Garcia e Mônica Vaz
INSCRIÇÕES EM: https://goo.gl/forms/Edh01tJhiwrV5rLh2

Roda de Conversa só para Mulheres na Humanará

Sua história é inspiração para outras mulheres. Venha compartilhar essas histórias na Roda de Conversas só para Mulheres da Humanará.

Um café da manhã de experiências e reflexões sobre o papel da mulher nas suas relações familiares.

Dia 01 de Setembro de 2018 no Instituto Território do Ser

Com Camila Garcia e Mônica Vaz
INSCRIÇÕES EM: https://goo.gl/forms/Edh01tJhiwrV5rLh2

Roda de Conversa só para Mulheres na Humanará

Sua história é inspiração para outras mulheres. Venha compartilhar essas histórias na Roda de Conversas só para Mulheres da Humanará.

Um café da manhã de experiências e reflexões sobre o papel da mulher nas suas relações familiares.

Dia 01 de Setembro de 2018 no Instituto Território do Ser

Com Camila Garcia e Mônica Vaz
INSCRIÇÕES EM: https://goo.gl/forms/Edh01tJhiwrV5rLh2

Três tipos de grupos que podem levar você para o próximo nível

Se você ainda não faz parte de nenhum grupo de alta performance, você precisa fazer isso já!

Existem muitas teorias que evidenciam que quando estamos em conjunto somos mais, Napoleon Hill é um deles, Nonaka e Takeuchi também. Esse primeiro, mapeou centenas de mentes brilhantes em busca da fórmula de sucesso, e imagina… A fórmula de sucesso é pensar junto!

A Humanará estudou e atestou a melhora da performance na atuação em grupo em 2010 em trabalho acadêmico apresentado no Congresso Brasileiro de Gestão do Conhecimento e vem observando e evidenciando essa questão nos projetos que desenvolve.

Esse texto tem por objetivo descrever três tipos comuns de grupos, em que as interações elevam a performance, aceleram os resultados e garantem o sucesso de seus integrantes. É importante conhecer esses três tipos de times que trabalham para o desenvolvimento de seus componentes.

O primeiro deles é a comunidade de prática, conceito da gestão do conhecimento. Comunidades de prática é um conjunto de pessoas que se unem em torno de um mesmo tópico ou interesse, eles trabalham juntos para achar meios de melhorar o que fazem, resolver problemas e desenvolver aprendizagem.

Existem algumas características básicas para esse tipo:

  • O componente do grupo precisa ter uma identidade definida e ser membro, o que significa ter um compromisso com esse time e compartilhar suas competências com ele.
  • Outra característica é que a comunidade precisa proporcionar a interação, pois o aprendizado vem de um ato social.
  • As pessoas nas comunidades de prática buscam juntas formas de superar um problema ou questão, por isso, a interação é obrigatória.
  • Os membros dessa equipe precisam desenvolver um repertório de experiências, histórias e ferramentas, que os qualificam a se tornarem referência sobre aquele tipo de prática.

O desenvolvimento desse tipo de coletivo se dá a partir da participação das pessoas que estão nessa comunidade e que tem conhecimentos para intermediar entre os elementos.

Outra forma de trabalho é por tradução, ou seja, traduzir estruturas de conhecimento para aquele grupo, e isso pode se dar, a partir de um dos participantes, que traz essa estrutura, ou a partir de um assunto que esse time gostaria e tem interesse de desenvolver e tratar.

A terceira forma de evolução da comunidade de prática é trabalhar objetos de fronteira, ou seja, adotar objetos de interesse que fazem parte de seu contexto e estudá-los juntos, a partir de diferentes níveis de conhecimento. (Podem ser objetos físicos, como tecnologias, ou processos, técnicas, clientes e etc.)

O segundo tipo de grupo é o mastermind ou mente mestra baseado no conceito de Napoleon Hill. Mastermind é um grupo de pessoas com determinado propósito que tem a finalidade de alcançar o sucesso.

Para o autor, o sucesso é uma ciência envolve a metodologia específica para ser alcançada, as quais ele traduziu em formas de lei em seu livro: A Lei do Triunfo.

Hill aponta que existem algumas fraquezas que se interpõem a jornada de sucesso e que precisam ser sanadas antes de iniciar esse processo.

Fraquezas são sensações e sentimentos que impedem os participantes de alcançar o triunfo: ambição, violência, inveja, desconfiança, espírito de vingança, egoísmo, tendência para colher o que não semeou e a hábito de gastar mais do que ganha.

É importante ter em seu radar se você se sente assim dentro do grupo que vai participar. Se sua resposta for sim, é urgente resignificar o sentimento ou mudar de grupo.

Um fator crítico de para bom andamento do grupo é existir uma química mental entre os participantes, ou seja, deve existir uma fusão harmoniosa entre suas mentes, esse espírito de harmonia e de propósito conjunto é obtido através de: disciplina, voluntariedade e força.

Segundo o autor, o medo é um estado de espírito e existem seis medos básicos que o ser humano sofre e que podem atrapalhar seu caminho:

  1. medo da pobreza,
  2. medo da velhice,
  3. medo da crítica,
  4. medo de perder o amor de alguém,
  5. medo da doença,
  6. medo da morte.

Identificado qual é o medo que bate à sua porta, sempre que você é convidado a dar o próximo passo, é necessário vencê-lo! Para vencer o medo você pode buscar processos de autoconhecimento, coaching e terapias.

As regras básicas para se ter um mastermind são:

  • O grupo deve se reunir em torno do sucesso de cada um dos participantes,
  • Determinar quantas vezes, onde e quando o grupo vai se reunir,
  • Quantas ausências são aceitáveis,
  • Como é que as reuniões serão estruturadas,
  • Como será o aceite de novos membros,
  • Qual o limite de participantes,
  • Qual será a agenda de reuniões do ciclo,
  • Quem vai liderar o grupo (pode ser liderança rotativa) e por quanto tempo.

O terceiro tipo de grupo de evolução é o grupo de negócios, para coleta desses dados, por falta de literatura, buscamos integrantes de grupos nessa configuração.

Com isso, identificamos que um grupo de negócios é um grupo de networking para geração de referências qualificadas.

Referências qualificadas são processos de indicação e envolvimento dos pares do grupo para abertura de oportunidade de negócio em empresas de seu relacionamento, cujo objetivo é gerar faturamento entre o movimento dos participantes, ou seja, a venda de um indivíduo é gerada pelo outro direta ou indiretamente, assim todos os empresários trabalham para o seu negócio e dos outros participantes.

Existe apenas uma regra nessa configuração, por isso, ela não tem um número específico de participantes podendo atingir 50 a 100 participantes ao mesmo tempo:

  • não deve haver concorrência entre os participantes ou as empresas que ali estão, ou seja, só entram para esse time segmentos exclusivos,

Segundo as fontes pesquisadas é possível em 50 participantes gerar um faturamento de R$ 7.000.000 (sete milhões) no ano, ou seja, são mais de R$ 10 mil reais por mês no seu faturamento, vindo de prospecção dos integrantes do grupo.

E você? De que grupo você gostaria de participar nos próximos 12 meses? De que grupo você deve deixar de participar? Que grupos impulsionam seu sucesso? Que grupos tem atrasado seus resultados?

 

Bibliografia básica para o Sucesso:

HILL, NAPOLEON. A lei do triunfo: 16 lições práticas para o sucesso. Editora Jose Olympio, 2014.

GROPP et al. Comunidade de Prática: gestão do conhecimento nas empresas. Editora Trevisan, 2006.

SILVA et al. Equipes Sustentáveis. Painel no 9º Congresso Brasileiro de Gestão do Conhecimento (KM Brasil 2010), Gramado (RS), de 3 a 5 de novembro de 2010.